Estudo de viabilidade de uma intervenção


Warning: array_intersect(): Expected parameter 2 to be an array, null given in /home/customer/www/sbno.com.br/public_html/wp-content/themes/sbno/classes/SBNO.php on line 1971

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/customer/www/sbno.com.br/public_html/wp-content/themes/sbno/classes/SBNO.php on line 1973

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva – Hospital de Câncer I – Coordenação de Apoio Técnico

Estudo de viabilidade de uma intervenção multimodal em pacientes com câncer de cólon no pré-operatório: ensaio clínico controlado e randomizado.

Pesquisadora Responsável: Renata Brum Martucci

 

OBJETIVO GERAL

Avaliar a viabilidade da pré-habilitação multimodal na capacidade funcional em pacientes com câncer de cólon.

 

ESTADO NUTRICIONAL NO CÂNCER

A ocorrência de alterações nutricionais e o impacto dessas alterações na composição corporal em pacientes com câncer são frequentes e possuem origem multifatorial, associando-se ao tipo, à localização, ao estádio da doença, ao comprometimento da ingestão alimentar e também à sintomatologia típica das terapêuticas antineoplásicas (CORONHA; CAMILO; RAVASCO, 2011; FEARON et al., 2011) . Estudos demonstram que dentre os distúrbios nutricionais mais observados em pacientes com câncer, estão a perda de peso e a desnutrição, podendo estes representar 40 a 80% dos casos (SILVA, 2006; AUGUST & HUHMANN, 2009) . O déficit do estado nutricional está estreitamente relacionado com a diminuição da resposta ao tratamento oncológico e da qualidade de vida, com maiores riscos de complicações pós-operatórias e aumento na morbimortalidade, no tempo de internação e no custo hospitalar (KYLE et al., 2004; MARÍN CARO; LAVIANO; PICHARD, 2007) .

Em um estudo multicêntrico realizado no Brasil em 4783 pacientes com câncer, observou-se que 45,3% dos pacientes apresentavam desnutrição moderada e 11,8% desnutrição grave, sendo que 45,3% dos pacientes necessitavam de intervenção nutricional. Os sintomas mais associados com a desnutrição foram: dificuldade de deglutição, perda de apetite e vômitos. Além disso, pacientes com mais de três sintomas de impacto nutricional apresentaram 8,3 vezes mais chance de ter desnutrição (PINHO, et al. 2019).

 

PRÉ-HABILITAÇÃO MULTIMODAL

A pré-habilitação multimodal é uma intervenção que ocorre no período pré-operatório e que inclui uma série de atividades multiprofissionais, como: medicação anti-inflamatória, exercício físico; aconselhamento nutricional, com inclusão de suplementos nutricionais ricos em proteína e nutrientes especializados; acolhimento e avaliação psicológica (técnicas para redução da ansiedade), e apoio social, revisão de farmacoterapia, acompanhamento fonoaudiológico, entre outros (GILLIS et al., 2014; MINNELLA et al., 2017; SOLHEIM et al., 2017; HIJAZI; GONDAL; Aziz, 2017).

Vários centros internacionais têm publicados resultados positivos, mostrando que a intervenção multimodal é viável, segura e melhora a capacidade física no pós-operatório de cirurgias abdominais para tratamento de câncer. Contudo, não existe um protocolo padronizado sobre a combinação das intervenções, modo de prescrição, duração e desfecho analisado. A maior parte dos trabalhos publicados são em pré-operatório de cirurgias para câncer de cólon e reto, incluindo o exercício físico, associado ao aconselhamento nutricional e/ou apoio psicológico e social, tendo como desfecho principal o desempenho físico, avaliado por teste de caminhada (HIJAZI; GONDAL; Aziz, 2017).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

AUGUST, D. A & HUHMANN, M. B. Nutrition support in surgical oncology. Nutrition in Clinical Practice: Official Publication of the American Society for Parenteral and Enteral Nutrition, v. 24, n. 4, p. 520-526, 2009.
CORONHA, A. L.; CAMILO, M. E.; RAVASCO, P. The relevance of body composition in cancer patients: what is the evidence? Acta Medica Portuguesa, v. 24, Suppl 4, p. 769-778, 2011.
FEARON, K. et al., Definition and classification of cancer cachexia: an international consensus. Lancet Oncol, v. 12, n. 5, p. 489-495, 2011.
SILVA, M.P.N. Síndrome da anorexia-caquexia em portadores de câncer. Rev Bras Cancerol, v. 52, n. 1, p. 59-77, 2006.
GILLIS, R.D. et al., Prehabilitation versus Rehabilitation. A Randomized Control Trial in Patients Undergoing Colorectal Resection for Cancer. Anesthesiology, v. 121, n. 5, p. 937-947, 2014.
KYLE, U. G. et al. Is nutritional depletion by Nutritional Risk Index associated with increased length of hospital stay? A population-based study. JPEN. Journal of parenteral and enteral nutrition, v. 28, n. 2, p. 99-104, 2004.
MARÍN CARO, M. M.; LAVIANO, A.; PICHARD, C. Nutritional intervention and quality of life in adult oncology patients. Clinical Nutrition (Edinburgh, Scotland), v. 26, n. 3, p. 289-301, 2007.
MINNELLA, E.N. et al., Multimodal prehabilitation improves functional capacity before and after colorectal surgery for cancer: a five-year research experience. Acta Oncologica, v. 56, n. 2, p. 295-300, 2017.
PINHO, N.B. et al., Malnutrition associated with nutrition impact symptoms and localization of the disease: Results of a multicentric research on oncological nutrition. Clin Nutr, v. 38, n. 3, p. 1274-1279, 2019.
SOLHEIM, T.S. et al., A randomized phase II feasibility trial of a multimodal intervention for the management of cachexia in lung and pancreatic cancer. Journal of Cachexia, Sarcopenia and Muscle, v. 8, p. 778-788, 2017.
HIJAZI, Y., GONDAL, U., AZIZ, O. A systematic review of prehabilitation programs in abdominal cancer surgery. International Journal of Surgery, v.39, p. 156-162, 2017.
Faça seu Login

O Site da SBNO mudou. Gere uma nova senha.

Caso seja seu primeiro login no novo site, por favor gere uma nova senha usando seu e-mail de cadastro para poder entrar.

GERAR NOVA SENHA