Inquérito Luso Brasileiro de Nutrição Oncológica


Warning: array_intersect(): Expected parameter 2 to be an array, null given in /home/customer/www/sbno.com.br/public_html/wp-content/themes/sbno/classes/SBNO.php on line 1971

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/customer/www/sbno.com.br/public_html/wp-content/themes/sbno/classes/SBNO.php on line 1973

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) é o órgao auxiliar do Ministério da Saúde na proposiçao e na coordenaçao de açoes integradas para a prevençao e o controle de câncer no país. A Organizaçao Mundial da Saúde (OMS) estimou que, em 2030, podem-se esperar 27 milhoes de novos casos de câncer e 75 milhoes de pessoas vivendo com a doença. No Brasil, a estimativa do INCA 1 para o ano de 2014, válida também para o ano de 2015, aponta para a ocorrencia de, aproximadamente, 576 mil casos novos de câncer, incluindo os casos de pele nao melanoma, reforçando a magnitude do problema do câncer no país. O câncer de pele do tipo nao melanoma (182 mil casos novos) será o mais incidente na populaçao brasileira, seguido pelos tumores de próstata (69 mil), mama feminina (57 mil), cólon e reto (33 mil), pulmao (27 mil), estômago (20 mil) e colo do útero (15 mil). O INCA liderou a realizaçao do Inquérito Brasileiro de Nutriçao Oncológica (IBNO, INCA, 2013)2, um estudo multicentrico e multirregional, no qual foi possível caracterizar a desnutriçao do paciente oncológico intra-hospitalar no Brasil no momento da internaçao. Mais de 29% dos pacientes avaliados nesse inquérito eram idosos e a prevalencia de desnutriçao nessa populaçao foi ainda mais preocupante. O estado nutricional do paciente idoso é relevante para sucesso do tratamento oncológico. A detecçao precoce das alteraçoes nutricionais nesse paciente possibilita a intervençao em momento oportuno, prevenindo aocorrencia de alteraçoes morfológicas e funcionais dos órgaos do aparelho digestório e até dos pulmoes, com maiores riscos de complicaçoes pós-operatórias, aumento na morbimortalidade, aumento do tempo de internaçao e do custo hospitalar. A triagem nutricional dos pacientes oncológicos adulto e idoso deve ser feita por meio de ferramentas adequadas a populaçao assistida. O idoso já apresenta agravantes fisiológicos decorrentes da idade que podem ser agravados pelo tratamento e pela doença oncológica, levando ao aumento das taxas de complicaçoes intra-hospitalares e da taxa de mortalidade. O diagnóstico nutricional precoce possibilita intervençao nutricional mais adequada e evita o aumento da morbimortalidade e do tempo de internaçao.

 O documento abaixo traz informações estratégicas para as melhores práticas assistenciais aos pacientes idosos com câncer. Foram encontradas altas prevalências de Desnutrição e de risco nutricional nessa população, bem com morbidade e mortalidade associada a doença, tratamento e idade. Acesse ao link abaixa para maiores informações.

Nivaldo Barroso de Pinho

Presidente da Sociedade Brasileira de Nutrição Oncológica

Inquérito Luso Brasileiro de Nutrição Oncológica

Faça seu Login

O Site da SBNO mudou. Gere uma nova senha.

Caso seja seu primeiro login no novo site, por favor gere uma nova senha usando seu e-mail de cadastro para poder entrar.

GERAR NOVA SENHA